Literatura

Memórias do Subsolo, publicado em 1864, recebeu o título em russo de Zapíski iz Podpólia. No entanto, parece não haver consenso quanto ao sentido exato das palavras que constam do título. Prova disso são as várias traduções recebidas. Em francês foi traduzido como Notes d’un Souterrain e L’Esprit Souterrain. Em inglês como Memoirs from Underground e Letter from the Underworld. Já em português, além de Memórias do Subsolo, recebeu a tradução de Notas do Subterrâneo.

Há uma expressão popular que diz: não adianta chorar pelo leite derramado. Seu significado indica que de nada adianta se lamentar pelo que passou; pelo que se fez ou deixou de fazer; por algum infortúnio. Sob este enfoque, leite derramado sugere algum acontecimento passado e irreversível cujo resultado não se deu como se esperava. Cabe, portanto, ao sujeito se ajustar à atual situação; adaptar-se e seguir adiante.

Adeus às Armas é um romance com fortes traços autobiográficos. Ernest Hemingway (1899-1961) tentou se alistar para ir à Primeira Guerra Mundial, mas não conseguiu por problemas de visão. Mas ele não desistiu. Em nova tentativa, conseguiu vaga como motorista de ambulância na Cruz Vermelha e veio a prestar serviços para o Exército da Itália durante o conflito. Sua participação no combate, porém, não durou muito. Logo no início foi gravemente ferido e encaminhado para tratamento em Milão. Lá conheceu a enfermeira Agnes Von Kurosky por quem se apaixonou, contudo não foi correspondido.

O Quinze, publicado em 1930, é o primeiro romance de Rachel de Queiroz e foi escrito quando a autora contava apenas com 20 anos de idade. Narrado em terceira pessoa, O Quinze tem como mote uma análise social a partir das agruras da seca no Ceará. O título faz referência à seca de 1915 que afligiu o Estado, na região do Quixadá.

Página 1 de 10